25542570_1211714918928636_4778227237332403929_o

Ruínas/Depuração: Exposição de Juan Grifone – Curadoria Felipe Guimarães

Exposição de Juan Grifone – Curadoria Felipe Guimarães

Ruína substantivo feminino

  1. Ato ou efeito de ruir;
  2. Restos ou parte mais ou menos informe de um ou mais prédios desmoronados ou destruídos pelo tempo, explosão, incêndio etc.; escombros, destroços, ruinaria.

Depuração substantivo feminino

  1. Atividade de limpeza ou exclusão de substâncias indesejáveis. “d. de metais”;
  2. Purificação moral; correção, expurgação, sublimação. Por meio de estéticas variadas, o artista Juan Grifone nos instiga a pensar a potência inerente à decadência inevitável da materialidade que nos cerca.

Até que ponto podemos assinalar o que é mudança e o que é deformação? Através de seu olhar atento, o artista usa de matérias diversas (papelão, terra, cimento…), normalmente vistas somente a partir de sua funcionalidade original e depois descartadas, e as transforma (deforma?) em um modo peculiar àqueles que têm o cuidado de enxergar o além-coisa para atingir o ali-contido.

Juan Grifone

Tal processo envolve queimar, recortar, despedaçar e juntar estes materiais em arranjos que nos remetem de forma distante ao que já foram, mas que agora servem a uma nova realidade, à pretensão de uma linguagem crua e binária. A visão ácida do artista não corrói somente os materiais pouco ortodoxos que utiliza, mas também símbolos sócio estéticos usuais.

Em estranhas reconfigurações, um clássico busto se funde a uma cadeira, um carro de luxo conduz a uma porta em chama e somos convidados a questionar também a decadência destes conceitos. Não seriam eles também passíveis de serem manipulados/deformados através desta intensa e despropositada cirurgia?

Convidamos a todos para se juntarem a nós na abertura desta exposição, onde tentaremos construir ou desconstruir sentido nisso tudo, enquanto experimentamos a excelente carta de cervejas do bar Agosto.

A exposição acontece no dia 11 de Janeiro de 2018, às 18h, no Bar Agosto Butiquim, que fica na Rua Esmeralda, 298 – Prado, Belo Horizonte – MG.

Grifone Artes

Sobre o artista

Juan Grifone é produtor visual e proprietário da Grifone Artes. Natural da Argentina, reside no Brasil há cinco anos e escolheu a capital Mineira para desenvolver pesquisas sobre arte e curadoria. Para o processo de criação de sua obra, o artista se inspira na viagem que fez da Argentina até o Brasil, passando por diversos Estados Brasileiros de bicicleta.

Neste percurso, Juan retratou suas sensações, experiências e aprendizagens através da sua arte, em telas, muros, casas e esculturas. A experiência com a arte proporcionou ao artista viver as mais diversas experiências, por lugares nunca esperados e trabalhos surpreendentes, como ilustrar um livro infantil em Arraial D’Ájuda e criar um mural de mosaico formado por 8000 peças em Morro de São Paulo. Juan ama a arte, se dedica intensamente ao que faz e afirma com prazer “respiro a arte, trabalho com a arte, vivo da arte!”.

Contatos do artista:

Facebook: grifoneartes
Instagram: @grifoneartes
CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on TumblrEmail this to someonePin on PinterestShare on VK
Felipe Guimarães

Felipe (Fera), 30 anos. De passos trôpegos e alma inebriada, este psicólogo desajeitadamente tromba e admira arte desde que se entende por alguma coisa ("gente"?). Nos bares da capital mineira, joga solto e em casa, sendo presença constante tanto em debates acalorados quanto em descontraídas fanfarras. Escreve alguma coisa de vez em quando (as vezes na terceira pessoa, à maneira de grandes gênios como Reginaldo Rossi e Pelé), mas seu maior orgulho é nunca ter recusado um convite para tomar cerveja.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *